09/07/2018 HIDROGÊNIO

Air Liquide e STNE levam caminhões à China

A Air Liquide e a start-up chinesa STNE (Shanghai Sinotran New Energy Automobile Operation CO., LTD.) firmaram parceria para acelerar o lançamento de frotas de caminhões elétricos movidos a hidrogênio na China. O contrato atende ao plano do governo chinês que apoia o desenvolvimento e a venda de veículos elétricos movidos a hidrogênio, que proporcionam uma mobilidade limpa.
 
Por meio da parceria, a Air Liquide passa a ter participação minoritária de cerca de 10 milhões de euros da startup chinesa STNE, uma plataforma logística para hidrogênio projetada para entregas urbanas de mercadorias. Atualmente, a STNE opera uma estação de hidrogênio em Xangai e uma frota de 500 caminhões movidos a hidrogênio. Como parte deste contrato, a Air Liquide fornecerá à STNE o seu know-how em cadeia de suprimento do hidrogênio, desde a produção e estocagem até a distribuição, para acelerar o desenvolvimento da startup. A STNE pretende administrar uma frota de até 7.500 caminhões e uma rede de cerca de 25 postos de hidrogênio até 2020. 
 
“A parceria com a startup STNE contribui com o desenvolvimento de soluções em hidrogênio. Esse investimento, somado ao know-how industrial e tecnológico da Air Liquide no campo da energia de hidrogênio, permite que o Grupo contribua com a aceleração do lançamento de soluções eficientes para a transição energética na China disse François Darchis, vice-presidente sênior e membro do Comitê Executivo da Air Liquide que supervisiona o setor de Inovação. 

Veja também

25/09/2018
VEÍCULOS ELÉTRICOS | Volvo Trucks mostra solução sustentável
14/09/2018
ENERGIA SOLAR | Mais instalações em casas e empresas
05/09/2018
VEÍCULOS ELÉTRICOS | Itaipu e Copel instalam estação de recarga
05/09/2018
ENERGIA SOLAR | Absolar cobra política para o setor
27/08/2018
ENERGIA EÓLICA | Projetos deve impulsionar executivos
27/08/2018
VEÍCULOS ELÉTRICOS | Volta Redonda ganha três ônibus
17/08/2018
ENERGIA EÓLICA | China avança investimentos no setor
07/08/2018
ENERGIA SOLAR | Supermercado investe R$ 50 milhões