07/03/2017 ENERGIA SOLAR

Brametal e Araxá Solar anunciam parceria

Fabricante de estruturas metálicas para geração e transmissão de energia e telecomunicações, a Brametal anunciou parceria com a Araxá Solar para o lançamento de uma solução 100% nacional e que oferecerá expertise em projetos de engenharia para grandes usinas solares, além de suportes para painéis fotovoltaicos fixados ao solo em um único projeto, podendo gerar até 1.000 MW/ano. “O Brasil possui uma das melhores condições no mundo para geração de energia solar, mas este ainda é um mercado muito novo. Embora esteja crescendo de maneira constante e sólida, ainda são poucas as alternativas disponíveis. Este mercado gira em torno de R$ 5 bilhões por ano, sendo que 15% deste total é representado pelos suportes (base para a criação de uma usina). Por isso, decidimos nos unir à Araxá Solar para ingressarmos com bastante força neste segmento, já que eles estão sempre à frente de novos projetos”, afirma Ricardo Brandão, presidente do Conselho e fundador da Brametal.
 
Rodolfo de Souza Pinto, presidente da Araxá Solar, afirma que a parceria causará grande impacto no mercado, pois oferecerá uma solução mais completa e customizada às necessidades dos clientes. “Para uma usina ser construída são necessários três produtos, além de toda uma análise de engenharia: os suportes para painéis fotovoltaicos, módulos solares e inversores. Com a expertise de engenharia que possuímos somada a um produto 100% nacional e desenvolvido exclusivamente para deste segmento, poderemos oferecer aos clientes a melhor solução técnica disponível a um melhor custo-benefício”, reforça.
 
A Brametal desenvolveu três projetos de suportes nacionais para painéis fotovoltaicos fixados ao solo - Suporte fixo mono-poste; Suporte fixo bi-poste; e Seguidor solar de 1 eixo (single axis solar tracker), para que possam ser utilizados conforme as características dos painéis e o local de instalação do parque, resultando desta forma em estruturas mais leves. A possibilidade de criar um novo produto apareceu há mais ou menos três anos, quando o Governo publicou um plano decenal indicando grandes investimentos na área de energia solar. “Percebemos, então, que poderíamos desenvolver um produto com tecnologia própria, o que nos traria mais benefícios e segurança”, reforça Brandão. “E como nosso crescimento tem sido muito positivo nos últimos 20 anos, decidimos buscar a parceria da Araxá Solar para crescermos ainda mais. Tanto que nossa expectativa é de manter o mesmo share que possuímos nas linhas de transmissão, que nos posiciona com um dos maiores players do mercado.”

Veja também

21/03/2017
ENERGIA EÓLICA | Tecnologia deve ser aplicada em navios
21/03/2017
ENERGIAS LIMPAS | São Paulo quer geração com bicicletas
15/03/2017
ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA | Investimentos podem chegar a R$ 6,8 bilhões
07/03/2017
ENERGIAS RENOVÁVEIS | Carvão perde espaço para energias limpas na China
03/03/2017
ENERGIAS RENOVÁVEIS | Actis lança plataforma de energia solar
20/02/2017
FOTOVOLTAICA | E-book da Blue Sol já está disponível
13/01/2017
ENERGIAS LIMPAS | China investe US$ 32 bi no exterior em 2016