07/08/2018 SANEAMENTO

Fundo da Iguá obtém R$ 400 milhões

A gestora brasileira de private equity IG4 Capital e o Albert Investment Management Corporation (AIMCo), um dos principais gestores de investimento institucional do Canadá, assinaram acordo para aporte primário de até R$ 400 milhões no FIP Iguá, controlador da Iguá Saneamento. 
 
A operação depende ainda da aprovação de órgãos de defesa da concorrência e demais condições precedentes. A expectativa é que a operação seja concluída dentro de cinquenta dias. O acordo foi assinado exatamente um ano após a IG4 Capital criar o FIP Iguá para assumir o controle da então CAB Ambiental e assumir a gestão da companhia. A IG4 Capital continuará no controle e gestão do FIP Iguá após a capitalização dos recursos do fundo canadense.
 
A Iguá Saneamento detém 18 operações em 25 municípios de cinco estados brasileiros, seja por meio de concessões ou de PPP’s que, somadas, atendem, diretamente ou indiretamente, aproximadamente 6,6 milhões de pessoas. O controlador da companhia é o FIP Iguá (Fundo de Investimento em Participações Multiestratégica), com 84,18% de participação. O BNDES Participações S.A. detém 15,82% da composição acionária da Iguá Saneamento. “Temos muita satisfação de anunciar este aporte no fundo gerido pela IG4 Capital, que controla a Iguá Saneamento. Acreditamos que a companhia está sendo muito bem gerida e confiamos no seu crescimento enquanto plataforma no setor: o Brasil é um país que precisa de empresas modernas, bem geridas e que realizem investimentos em infraestrutura, especialmente em um setor em que há carências, como o de saneamento”, afirma David Perl, diretor do AIMCo.
 
No último ano a Iguá registrou um lucro de R$ 30,2 milhões, revertendo o prejuízo líquido de R$ 83,8 milhões auferido em 2016, que representou uma melhora de 136%. O Ebitda ajustado da companhia passou de R$ 175,4 milhões para R$ 212 milhões, um incremento de 20,9% no mesmo período. 

Veja também