10/06/2019 FONTES RENOVÁVEIS

Google tem 100% de consumo

O Google conseguiu comprar energia renovável suficiente que correspondesse a 100% do consumo de eletricidade anual da empresa em 2017 e 2018. As fontes solar e eólica, em 2018, voltaram a corresponder a todo o consumo anual de eletricidade do Google. 
 
Segundo a companhia, mais importante que alcançar a meta de 100% de fonte renovável é como este trabalho foi feito. O Google tem como prioridade usar mínimo de energia possível, para operar escritórios e instalações de forma sustentável, com um forte foco nos data centers. A companhia informa que avanços na Inteligência Artificial e nos designs de chips contribuíram para que os data centers estivessem sete vezes mais eficientes em energia hoje do que há cinco anos. O último Relatório Ambiental do Google mostrava que os serviços de nuvem centralizados são até 85% mais eficientes do que o uso de servidores locais. 
 
O Google quer adicionar novas energias renováveis às redes ao redor do mundo. Para isto celebrou contratos de longo prazo, chamados Acordos de Compra de Energia (PPA, em inglês), para comprar eletricidade de parques eólicos ou solares construídos perto de suas instalações. Estes acordos têm mais impacto do que outros métodos de compra, como a compra de Créditos de Energia Renovável, pois estimulam a construção de novos projetos de energia limpa. 
 
Em 2018, a compra de energia do Google acompanhou a demanda da companhia graças a vários projetos conduzidos pelo PPA - incluindo três parques eólicos na Escandinávia, dezenas de turbinas eólicas em Oklahoma (EUA) e mais de 120 mil painéis solares na Holanda. Em quatro estados norte-americanos o Google ajudou a projetar programas que permitem que as empresas comprem energia renovável por meio de seu fornecedor de energia. Na Holanda, a companhia uniu-se a outros grupos para comprar energia em consórcio, além de começar a usar o aprendizado de máquina para tornar a produção eólica nos EUA central mais previsível e valiosa, aprimorando o caso de negócios para a implantação de mais deles. 

Veja também

17/06/2019
FONTES LIMPAS | Santander quer ser 100% renovável
03/06/2019
RESÍDUOS SÓLIDOS | Universalização depende de R$ 7,6 bi
02/06/2019
ENERGIA EÓLICA | EDF encomenda 147 MW
27/05/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Frente Parlamentar debate transição
20/05/2019
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA | AngloGold Ashanti apoia startup
20/05/2019
BIOENERGIA | Geração com palha da cana-de-açúcar
13/05/2019
ENERGIA | Eólica tem crescimento recorde
08/05/2019
ENERGIA FOTOVOLTAICA | Nova lei em SP incentiva uso