23/08/2019 SABESP

Receita líquida cresce 8,9%

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) obteve receita operacional líquida de R$ 3.997,9 milhões no 2º trimestre, um crescimento de 8,9% na comparação com o mesmo trimestre de 2018. Os custos e despesas, que consideram os custos de construção, totalizaram R$ 3.195,0 milhões, um acréscimo de 22,1% quando comparados ao ano anterior.
 
O EBIT ajustado somou R$ 807,1 milhões, queda de 23,5% em relação aos R$ 1.055,6 milhões apresentados no mesmo trimestre de 2018.
 
O EBITDA ajustado atingiu R$ 1.231,6 milhão, 10,9% inferior em relação aos R$ 1.382,6 milhão dos mesmos três meses do último ano. A margem Ebitda ajustada atingiu 30,8% no trimestre, ante 37,7% do 2º trimestre de 2018. 
Desconsiderando os efeitos da receita e do custo de construção a margem Ebitda ajustada foi de 36,8% entre abril e junho deste ano ante 45,5% do mesmo período de 2018. O lucro líquido da Sabesp atingiu R$ 454,4 milhões, ante um lucro de R$ 181,9 milhões apresentado no mesmo trimestre de 2018. 

Veja também