16/11/2017 AEGEA

Receita líquida soma R$ 384 milhões

A Aegea Saneamento registrou receita líquida de R$ 384,3 milhões no terceiro trimestre de 2017, um crescimento de 57,2% na comparação com o mesmo período de 2016. O desempenho foi impulsionado pela conquista de novas concessões e pela evolução no desempenho operacional das concessões existentes.

O Ebitda da companhia atingiu R$ 214,6 milhões, 90,1% a mais que no mesmo trimestre do último ano. No trimestre foram contabilizados 699 mil novos clientes agregados à base atendida pela companhia, que alcançou R$ 2,2 milhões e 40,7% de avanço do volume faturado.

Dentre as concessões, destaque para o início das operações da subconcessão plena no município de Teresina, com população estimada em cerca de 850 mil habitantes. Foram investidos até o momento R$ 140 milhões, com intervenções em 31 regiões da capital do Piauí, que já alcançaram cerca de 360 mil cidadãos.  

A Aegea registrou aumento de 9,6% na margem Ebitda, para 55,8%. Dentre os indicadores que demonstram o ganho de produtividade nas operações, evidenciam-se a queda de 18,5% nos custos por metro cúbico com energia elétrica; a diminuição de 0,5% na taxa de inadimplência; e a redução de 1,9% no índice de perdas na distribuição de água das concessionárias existentes.

Em outubro, a companhia estreou no mercado de capitais internacional através da emissão de bonds, no valor total de US$ 400 milhões, e as captações de recursos via debêntures no mercado local por meio das concessionárias Nascentes do Xingu, Águas Guariroba e Prolagos, totalizando R$ 655 milhões.

Veja também