05/07/2019 RIO PINHEIROS

Sabesp vai despoluir 25 córregos

A Sabesp vai despoluir 25 córregos dentro do Novo Rio Pinheiros e visa entregar o rio limpo para a população até 2022. Será investido R$ 1 bilhão em ações socioambientais que visam à participação do paulistano na recuperação dos cursos d’água. O primeiro córrego a receber obras será o Zavuvus, na zona sul de São Paulo. A licitação para ampliar a coleta de esgoto na região foi lançada em 20 de junho. 
 
Em áreas de ocupações irregulares, a Sabesp irá instalar estações especiais que vão tratar a vazão de esgoto do próprio curso-d’água. Outra novidade é o contrato de performance – um modelo moderno de contratação de serviços, onde a empresa privada fica responsável por todas as obras de ampliação e adequação do sistema de esgoto e sua remuneração depende do resultado. Quanto mais a água for limpa, maior será a compensação financeira. O desempenho será avaliado de acordo com o total de novos imóveis conectados à rede e a qualidade da água do córrego. Das 25 sub-bacias, 16 terão contratos de performance. As demais receberão ações realizadas pela própria Sabesp.
 
As obras no córrego Zavuvus beneficiarão 173 mil pessoas em um investimento entre R$ 85 milhões e R$ 94 milhões, a depender do desempenho da empresa contratada. A expectativa da Sabesp é que a qualidade da água apresente uma melhora dentro de dois anos e meio, com retomada da vida aquática. Com 7,8 km de extensão, o Zavuvus deságua no Rio Jurubatuba, um canal do Pinheiros próximo da Represa Guarapiranga. Os outros córregos que estão no programa de despoluição são Jaguaré, Vila Hamburguesa, Pirajussara, Boaçava, Jockey/Cidade Jardim, Bellini, Morumbi, Alto De Pinheiros, Cachoeira/Morro do S, Corujas, Ponte Baixa, Rebouças, Socorro, 9 de Julho, Sapateiro, Uberaba, Traição, Água Espraiada, Cordeiro, Chácara Santo Antônio, Pouso Alegre, Santo Amaro, Poli e Pedreira.
 
O Novo Rio Pinheiros vai beneficiar diretamente 3,5 milhões de pessoas que moram nas imediações, com melhoria da qualidade de vida e do meio ambiente, e será um incentivo à economia paulista, com a criação de empregos e renda. 
 
O Novo Rio Pinheiros é um projeto entre a Sabesp e outros órgãos estaduais coordenados pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente. A despoluição requer a participação da população, seja para se conectar à rede de esgoto já existente, seja para descartar adequadamente o lixo. Para engajar a população, a operação inclui ações de educação ambiental nos bairros e em espaços lúdicos, com palestras com temas sobre o meio ambiente e mostra a respeito do andamento e o legado das obras. 

Veja também

23/08/2019
RIO PINHEIROS | Sabesp investirá R$ 1,5 bilhão
27/07/2019
BACIAS HIDROGRÁFICAS | Movimento recupera Rio Miringuava
19/07/2019
RIO PINHEIROS | R$ 70 milhões em desassoreamento
10/06/2019
RIO PINHEIROS | Projeto prevê despoluição para 2022
07/04/2019
TECNOLOGIA | ANA lança app para medir rios
13/03/2019
BACIAS HIDROGRÁFICAS | Córrego Caidor será restaurado