17/06/2019 FONTES LIMPAS

Santander quer ser 100% renovável

O Santander Brasil irá utilizar energias renováveis em 100% de suas operações (2.286 unidades de atendimento) até 2021. Os prédios administrativos e o centro de processamento de dados – o Data Center de Campinas (SP) devem atingir os 100% em 2025. “Seremos 100% renováveis, e isso é parte de uma agenda de responsabilidade socioambiental ainda maior, que passa pela adoção de boas práticas em todas as nossas operações e relações com funcionários, clientes, fornecedores e a sociedade”, afirma o presidente do Santander Brasil, Sérgio Rial. “Mais do que números, estamos comprometidos com princípios, que são inegociáveis, de atuar de forma sustentável.”
 
Ainda em 2019, cerca de 30% das agências serão abastecidas com energia limpa, com o percentual sendo elevado a 70% no próximo ano. O índice já chega a 100% na rede de atendimento de Minas Gerais, enquanto no Rio de Janeiro é de cerca de 70%. Atualmente, apenas 17% deste consumo é suprido por fontes alternativas, como solar, eólica, pequenas hidrelétricas e biogás de aterros sanitários. Desde 2015, o Santander reduziu em 25% o consumo de energia, e em 79% o consumo de água, o que já colaborou para uma redução de 33% no volume de emissões de gases de efeito estufa da atividade. Estes indicadores impactam positivamente os custos e o resultado financeiro das agências.
 

Veja também

05/07/2019
ENERGIA RENOVÁVEL | Setor já emprega 11 milhões de pessoas
05/07/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Energia solar para operar ETE
10/06/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Google tem 100% de consumo
03/06/2019
RESÍDUOS SÓLIDOS | Universalização depende de R$ 7,6 bi
02/06/2019
ENERGIA EÓLICA | EDF encomenda 147 MW
27/05/2019
FONTES RENOVÁVEIS | Frente Parlamentar debate transição
20/05/2019
BIOENERGIA | Geração com palha da cana-de-açúcar
20/05/2019
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA | AngloGold Ashanti apoia startup
13/05/2019
ENERGIA | Eólica tem crescimento recorde