21/12/2017 PRÊMIO

Vale-Capes premia Ecologia e Conservação

A Vale e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, realizaram, em Brasília (DF), a entrega da quinta edição do Prêmio Vale-Capes de Tecnologia e Inovação (anteriormente chamado Vale-Capes Ciência e Sustentabilidade). 
 
Lançado em 2012, durante a Rio+20, a edição 2017 tem como tema ‘Ecologia e Conservação da Natureza, incluindo tecnologias socioambientais’. “A ideia principal que nos orientou para a mudança foi simplificar os processos de escolha dos premiados, pois antes tínhamos oito ganhadores nos quatro temas. Eram quatro dissertações de Mestrado e quatro teses de Doutorado, além das menções honrosas. Além disso, a Capes já tem o Prêmio de Teses que é muito parecido com a antiga versão do Vale-Capes", explica Sandoval Carneiro, especialista em Parcerias na Vale e diretor-executivo do Instituto Tecnológico Vale. 
 
O Vale-Capes 2017 tem duas categorias de premiação: Pesquisador Emérito e Jovem Pesquisador. Na categoria Pesquisador Emérito o agraciado foi o professor Jorge Rubio Rojas, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), enquanto na categoria Jovem Pesquisador o vencedor foi Lucas William Mendes, da Universidade de São Paulo (USP). Para a escolha dos ganhadores, não foram avaliadas teses e dissertações, mas o conjunto da obra publicada, como artigos científicos, livros ou capítulos em livros, orientações em cursos de pós-graduação, participação em academias nacionais e internacionais, prêmios e registros de patentes.
 
No caso da categoria Pesquisador Emérito, foi premiado aquele que contribuiu, por mais de 10 anos, com pesquisas na área de Ecologia e Conservação da Natureza. Para o Jovem Pesquisador, o prêmio foi concedido ao profissional, de até 35 anos de idade, que contribuiu para um produto ou processo inovador, também na mesma área de pesquisa. O ganhador na categoria Pesquisador Emérito receberá um auxílio de R$ 100 mil, concedido pela Vale, e poderá escolher entre uma bolsa na modalidade de Doutor Sênior, ou uma bolsa mensal equivalente ao Estágio Sênior, no exterior, no valor de 2.100 (dólares ou euros). Já o Jovem Pesquisador ganhará da Vale um auxílio de R$ 40 mil e uma bolsa de Doutor Pleno. As bolsas nos dois casos serão concedidas pela Capes.

Veja também