19/02/2021
RESÍDUOS

32 t de lixo nas redes de esgoto de Sumaré

A BRK Ambiental retirou 32 toneladas de lixo em 2020 do sistema de esgoto do município de Sumaré (SP) por meio de atividades de manutenção, limpeza e nas etapas de gradeamento das estações. Para manter o funcionamento adequado das redes de esgoto, a empresa manteve uma rotina mensal de limpeza preventiva em aproximadamente 10,2 mil metros de tubulações.

No trabalho, equipes da BRK encontraram resíduos de construção civil (pedras, resto de cimento, madeira, plástico, papelão, sacos etc.) e descartes de banheiro (papel higiênico, fio dental, preservativos, cabelo, cotonetes, tecidos, sacos plásticos etc.), além de resíduos de cozinha que são descartados irregularmente, como restos de comida e, principalmente, óleo e gordura. “É importante conscientizar a população a respeito do tema e lembrar que as redes de esgoto são projetadas para receber apenas 1% de resíduos sólidos e 99% de líquidos. Quando uma pessoa descarta um resíduo sólido em uma tubulação, como ralos ou vaso sanitário, isso pode resultar em entupimentos, vazamentos e até mesmo provocar o retorno do esgoto a um imóvel”, explica Rafaella Scorsatto Lange, gerente de operações da concessionária em Sumaré.

Veja também