23/10/2020
ENERGIA

Abiogás quer maior parcela na matriz

A Associação Brasileira do Biogás (Abiogás) firmou parceria com a GEMÜ Válvulas e Sistemas de Medição e Controle para aumentar o conhecimento técnico e trazer experiência internacional em sistemas de geração de energia após aprovação do marco do saneamento. A atual oferta de biogás representa 8,9% da matriz energética do Brasil (entre biogás e biomassa). Desde 2015, o número de plantas de biogás aumentou de 126 para 548 em 2019, de acordo com o CIBiogás.

Na Alemanha, país sede da GEMÜ, e em outras localidades do mundo, a empresa tem aplicações na área de biogás, com destaque para plantas de geração a partir de grama em que sua tecnologia, produtos e know-how permitem a transferência do gás sem vazamentos ou contaminações. Para isso, a companhia utiliza válvula borboleta, com possíveis usos para a válvula diafragma também, carro-chefe da GEMÜ.

Com investimentos constantes e a manutenção do direcionamento legal, espera-se que essa fonte proveniente de resíduos e totalmente renovável agregue em quantidade e qualidade à matriz energética brasileira de forma sustentável.

Veja também

01/12/2020
ENERGIA EÓLICA | Estudo mostra impacto positivo
01/12/2020
ENERGIA SOLAR | ES quer triplicar investimentos
01/12/2020
ENERGIA SOLAR | Brasil atinge 7 GW de potência
23/11/2020
ENERGIA SOLAR | UFSCar implanta duas usinas no campus
23/11/2020
VEÍCULOS ELÉTRICOS | Santos Brasil instala carregadores no Porto
09/11/2020
ENERGIA SOLAR | ABSOLAR cobra adesão do Brasil à ASI
25/10/2020
ENERGIA SOLAR | Parceria para projetos em municípios
23/10/2020
ARTIGO | O impacto da falta de eficiência energética no Brasil
12/10/2020
BIODIESEL | Petrobras bate recorde de produção do S-10
06/10/2020
COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS | Europeus querem banir carros em 2030
06/10/2020
BIOCOMBUSTÍVEIS | Petrobras inicia venda de subsidiária
30/09/2020
ENERGIA SOLAR | Brasil ultrapassa 300 mil conexões