10/08/2020
ENERGIA SOLAR

Absolar amplia representantes nos estados

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) ampliou a atuação no território brasileiro com os representantes Luciany Ribeiro, executiva da Ribeiro Solar, no Paraná, e Bruno Catta Preta, da Genyx Solar Power, em Minas Gerais. A associação espera reforçar a colaboração regional no desenvolvimento de políticas públicas e programas privados na área de energia solar, para promoção do crescimento econômico e sustentável nos estados e, ao mesmo tempo, ampliar o mercado fotovoltaico de forma pulverizada no País. 

Atualmente Minas Gerais é um polo importante de desenvolvimento de energia solar, já que atingiu recentemente a marca de 600 MW de potência instalada nos pequenos sistemas em telhados, fachadas e terrenos de residências, empresas, propriedades rurais e do poder público. “Somadas, são mais de 54 mil conexões operacionais no estado mineiro, abrangendo em torno de 96,5% dos 824 municípios da região. Ou seja, quase não há localidade em Minas que não tenha pelo menos um sistema fotovoltaico em operação, diz Bruno Catta Preta. 

Já o Paraná ocupa a quarta posição na lista dos maiores produtores de energia solar na geração distribuída, com quase 270 MW instalados em telhados e pequenos terrenos, que representam 9% de toda a potência instalada na modalidade no Brasil. Para a nova coordenadora estadual da Absolar no Paraná, Liciany Ribeiro, o estado possui um grande potencial de desenvolvimento sustentável e econômico para o País. “Também vamos apoiar os associados que atuam na região, no sentido de viabilizar investimentos e ampliar o diálogo com autoridades públicas, consumidores e demais públicos de interesse”. Desde o primeiro trimestre de 2020, a Absolar possui representantes estaduais no Ceará e no Rio Grande do Sul. O objetivo é ter um representante estado na federação.

Veja também