20/07/2020
ESGOTO

Acciona conclui sistema para Capibaribe

Por meio de sua linha de negócio de água, a Acciona em consórcio com a brasileira GEL concluiu as obras do Sistema de Esgotamento Sanitário de Santa Cruz do Capibaribe (PE). Agora, o sistema está em fase de operação assistida e tem capacidade de vazão de 360 litros por segundo, devendo beneficiar 196 mil pessoas até 2037, conforme crescimento populacional local. 

A construção incluiu uma Estação de Tratamento Esgoto, quatro Estações elevatórias de esgoto e suas respectivas linhas de recalque e 17,8 Km de interceptores com 187 caixas de tempo seco. A parte estrutural do projeto da ETE e Elevatórios teve o consumo de cerca de 10.000m³ de concreto com aplicação de 840 t de aço, enquanto a execução de oito interceptores com diâmetros variados entre 150 e 1000 mm totalizou 17,8 Km de tubulações. A ETE conta com um supervisório para o controle e operação da estação e elevatórias e com um laboratório de análise para monitorar a qualidade do efluente tratado. Com o objetivo de garantir o bem estar das comunidades circunvizinhas, o consórcio instalou o tratamento de odor por carvão ativado em todas as unidades. 

O investimento foi de R$ 99 milhões em um projeto que englobou toda a engenharia executiva, obras e operação assistida durante um ano, o que já está em andamento. O projeto fez parte do Plano de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco - PSHPE e contou com o financiamento do Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), deixando um importante legado ambiental para a Bacia do Rio Capibaribe e para a qualidade de vida e saúde da população local. 

No setor de saneamento, a Acciona atua no tratamento do ciclo integral da água para usuários finais nas áreas que vão desde a captação e depuração da água —incluindo a dessalinização — até o tratamento do esgoto e devolução ao meio ambiente. Atualmente, a companhia atende às necessidades de abastecimento de uma população de mais de 100 milhões de pessoas em mais de 30 países no mundo.