06/10/2020
PLÁSTICOS

Acordo para evitar despejo em aterro

A Braskem assinou acordo com a empresa de engenharia ambiental Tecipar para evitar que duas toneladas de plásticos sejam despejadas anualmente no aterro sanitário de Santana do Parnaíba, na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). O volume equivale a 36 milhões de embalagens plásticas de polietileno e polipropileno. A parceria reforça o compromisso da Braskem com a economia circular e está alinhada com a estratégia de negócio da companhia, engajada em contribuir para o desenvolvimento da cadeia de reciclagem e seu mercado. Este é o primeiro contrato da Braskem para retirada de resíduos plásticos de aterros sanitários. 

A parceria viabilizou a criação de uma usina de triagem para separação de resíduos sólidos e orgânicos de materiais recolhidos na coleta pública dos municípios de Barueri e Santana de Parnaíba. Após a separação, o plástico triado pela Tecipar será direcionado para reciclador parceiro da Braskem. As resinas recicladas de polietileno e polipropileno serão utilizadas como matéria-prima para o desenvolvimento de soluções mais sustentáveis para a indústria do plástico. "Existe um mercado de reciclagem bastante promissor no Brasil, que gera emprego e renda para muitas pessoas e que pode ajudar o País a superar um dos seus principais desafios: a gestão de resíduos", afirma. Fabiana Quiroga, diretora de Economia Circular da Braskem. 

O engenheiro ambiental e responsável pela planta de separação de resíduos na Tecipar, Lucas Faveri, explica que a parceria utilizará um modelo semi-mecanizado inédito no estado de São Paulo e que pode ser escalado, auxiliando municípios a reduzir custos com coleta seletiva e alavancando índices de reciclagem. "Muitas iniciativas com foco no aumento da reciclabilidade esbarram no alto custo operacional dos sistemas de triagem e coleta de resíduos. Informação e viabilidade econômica são duas questões muito importantes nesse processo e, neste sentido, as parcerias entre empresas, como a que estamos firmando com a Braskem, e o movimento em busca de hábitos mais sustentáveis que percebemos na sociedade, nos ajudam a inovar e pensar em soluções muito mais eficazes", ressalta Faveri.

Veja também

11/01/2021
LOGÍSTICA REVERSA | Consulta pública para destino correto a vidros
11/01/2021
SÃO PAULO | R$ 2,2 milhões para coleta e reciclagem
23/11/2020
ALUMÍNIO | Índice de latinhas recicladas é de 97,6%
23/11/2020
SABESP | Usina de reciclagem para produzir asfalto
23/11/2020
SUSTENTABILIDADE | Braskem quer ser carbono neutro até 2050
23/11/2020
ALUMÍNIO | MMA assina acordo para reciclagem
23/11/2020
LOGÍSTICA REVERSA | Indústria de pneus dá exemplo
06/10/2020
LOGÍSTICA REVERSA | São Paulo obriga implantação
30/09/2020
RECICLAGEM | Destinação de 20 mil filtros de óleo usados
08/09/2020
ALUMÍNIO | Uma tecnologia inovadora de reciclagem
24/08/2020
ALUMÍNIO | Vendas de latinhas crescem 13,7%
24/08/2020
PLÁSTICO | Um saco que inativa 99,9% de vírus