15/01/2020
VEÍCULOS ELÉTRICOS

Britânicos mudam frota de diplomatas

O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido (Foreign Commonwealth Office) está substituindo os automóveis de diplomatas britânicos no Brasil e no mundo por modelos híbridos ou totalmente elétricos. Inicialmente, a iniciativa acontecerá em 30 postos em todo o mundo e faz parte do programa para reduzir as emissões de carbono e tornar o serviço diplomático britânico “o mais verde do mundo”. As embaixadas do Reino Unido em Oslo (Noruega) e no Vaticano já substituíram seus carros oficiais. 
 
Os 30 primeiros postos devem receber os novos modelos de veículos até abril de 2020. A Embaixada em Brasília receberá uma Land Rover Range Rover PHEV híbrida e os Consulados-Gerais no Rio de Janeiro e São Paulo receberão um Jaguar I-Pace totalmente elétrico, todos eles modelos de marcas britânicas. Estações de carregamento rápido também serão instaladas nos postos como parte do programa. "As mudanças do clima são o maior desafio do nosso tempo. Fazer uso de uma frota de carros oficiais elétricos pelos nossos diplomatas será um instrumento de alta visibilidade para demonstrarmos a liderança internacional do Reino Unido quanto à diplomacia nas mudanças climáticas”, afirmou Vijay Rangarajan, embaixador britânico no Brasil.
 
Brasília já possui um carro oficial totalmente elétrico, o Nissan Leaf Tekna, o primeiro do seu modelo adquirido por uma embaixada no Brasil. O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido quer que todos os departamentos governamentais tenham uma frota elétrica de 25% até 2022 e uma frota totalmente elétrica até 2030

Veja também

22/03/2020
ENERGIAS RENOVÁVEIS | Lançado guia de PPA’s para empresas
22/03/2020
ENERGIA SOLAR | Mais de R$ 1,2 bi em propriedades rurais
16/03/2020
ENERGIA SOLAR | MG investe em geração compartilhada
16/03/2020
ENERGIA SOLAR | Blue Sol quer expandir franquias
09/03/2020
ENERGIA SOLAR | Braskem e Voltalia fecham acordo de 20 anos
09/03/2020
ENERGIA EÓLICA | Investimentos em dois parques no Piauí
09/03/2020
VEÍCULOS ELÉTRICOS | Klabin utiliza tecnologia remota