21/12/2020
SUSTENTABILIDADE

CBA é bem avaliada no rating da CDP

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) recebeu nota A- e foi reconhecida como uma das melhores empresas avaliadas no Programa de Mudanças Climáticas em 2020 na avaliação do CDP, um dos principais ratings de sustentabilidade mundial e um dos mais conceituados sobre mudanças climáticas. Este ano, foram mais de 9,6 mil companhias de diversos setores. 
 
Esta é a segunda maior nota do rating na primeira participação da CBA e a coloca entre as líderes globais em boas práticas em ESG. "Estamos muito orgulhosos com o reconhecimento, uma vez que ele traduz nosso empenho em minimizar impactos ao meio ambiente para a produção de um alumínio sustentável, transformando o cotidiano das regiões onde estamos presentes e de toda a sociedade", afirma Ricardo Carvalho, diretor presidente da CBA. 
A CBA foi avaliada em 116 critérios que englobam práticas relacionadas a emissão de carbono, gestão de resíduos, manejo e preservação de recursos naturais. Por meio de projetos como a diversificação de sua matriz energética - a partir da instalação de uma caldeira de biomassa que irá gerar vapor para a Refinaria de Alumina - e da automatização do processo de alimentação de fornos, a CBA tem conseguido reduzir significativamente as emissões de gases de efeito estufa em sua produção, ficando bem abaixo da média global de emissões na indústria do alumínio. 
 
Os dados avaliados pelo CDP ficam disponíveis para consulta de investidores e fundos de investimento credenciados, inclusive com o cruzamento das informações entre diversas organizações. As informações da instituição responsável por manter o ranking indicam que mais de 150 empresas ao redor do mundo, com poder de compra de US$ 4 trilhões, utilizam o rating para selecionar fornecedores. Já os fundos de investimento utilizam o CDP como critério para suas decisões e reúnem US$ 106 trilhões em ativos. Além disso, o resultado também pode servir como critério para captação de recursos por meio de títulos verdes e financiamentos com taxas menores. "O resultado confirma a presença da Sustentabilidade em todas as áreas e atividades da CBA e nossa tomada de decisões assertivas, nos trazendo ainda mais confiança para seguir com nossa agenda de transformações", avalia Carvalho.