16/12/2019 EFLUENTES

Ecosan faz projeto no Paraguai

Fabricante e integrador de sistemas e tecnologias para tratamento de água e efluente, a Ecosan está desenvolvendo uma planta com capacidade de tratamento de 80m³/h para tratar efluentes para o mercado têxtil no Paraguai. Por razões de ordem técnica, o cliente ainda não pode divulgar publicamente seu nome. Na indústria têxtil há muitos tipos de efluentes, conforme o setor de atuação de cada fábrica, que abrange desde fios acrílicos, nylon e algodão; malhas 100% algodão com baixo teor sintético; tecido plano 100% algodão até tecido plano seda, viscose e acetato. 
 
“Para determinação do tratamento mais adequado para cada tipo de indústria têxtil é imprescindível que seja realizada uma boa caracterização do efluente e assim podemos definir a melhor rota tecnológica para o tratamento da mesma”, explica André Telles, CEO da Ecosan. 
 
O Paraguai atraiu a Ecosan pelas condições mais competitivas de produção como mão-de-obra, custos de energia elétrica e incentivos fiscais, chamado de ‘Regime de Maquila’, explica Talita Carvalho, gerente comercial da companha. Segundo ela, por isso “várias empresas brasileiras têm migrado seus parques para o Paraguai”. A gerente diz ainda que o tipo de processo selecionado para a aplicação no país vizinho previu a disponibilidade de área para implantação. “Dimensionamos um sistema convencional composto pelas etapas de peneiramento, aeração prolongada, e físico-químico. O lay out também considerou a expansão da planta para uma segunda etapa, com  objetivo de dobrar a capacidade de vazão de tratamento”, comenta Talita. 

Veja também

22/05/2017
EFLUENTES | Novos modelos de difusores de ar
15/03/2017
ÁGUA E EFLUENTES | Curso sobre Tratamento por Membranas
15/03/2017
ÁGUAS INDUSTRIAIS | Suez e CDPQ compram GE Water
07/11/2016
EFLUENTES INDUSTRIAIS | Lançado Manual de Tratamento