22/06/2015
SUSTENTABILIDADE

Indústria química cria programa para supply chain

Algumas das principais empresas químicas mundiais estão lançando no Brasil o programa TfS (Together For Sustainability - Juntos pela Sustentabilidade), que tem por objetivo principal promover a resiliência, eficiência e sustentabilidade da cadeia global de suprimentos da indústria química.

A iniciativa foi criada em 2011 por seis empresas químicas globais e hoje já conta com adesão de 13 das grandes companhias do setor (Akzo Nobel, Arkema, BASF, Bayer, Clariant, Henkel, DSM, Eastman, Evonik, LANXESS, Merck, Solvay e Wacker), além de outras que já se encontram em processo de adesão. Em todo o mundo, as empresas que fazem parte do MFS já realizaram mais de 8 mil avaliações e auditorias.

De acordo com o presidente do TfS, Ruediger Eberhart, a iniciativa visa estabelecer referências nas cadeias de suprimento que podem englobar os pilares da sustentabilidade e gerar ganhos relevantes a longo prazo para as empresas e seus fornecedores.

Ele explica que a iniciativa se baseia nas boas práticas e aproveita princípios já estabelecidos, como o Pacto Global das Nações Unidas e a Carta Mundial do Responsible Care, bem como as normas da Organização Mundial do Trabalho, da ISO e da Responsabilidade Social Internacional (SA), além de outros.

Desde sua criação, em 2011, a iniciativa já definiu 32 critérios de auditoria e qualificou mais de 290 auditores. Com relação ao número de membros, estão acontecendo novas adesões e a expectativa é de um crescimento rápido.

Veja também

06/07/2020
SUSTENTABILIDADE | Schneider Electric rumo ao zero carbono
08/06/2020
SUSTENTABILIDADE | Cisne Verde pode atingir Brasil
02/06/2020
ATUAÇÃO RESPONSÁVEL | Abiquim adia congresso para 2021
25/05/2020
SUSTENTABILIDADE | FEE conclui 30 projetos em 2019