10/08/2020
SANEAMENTO

Marília avança rumo à universalização

A Prefeitura de Marília (SP) investiu R$ 88 milhões em obras de tratamento de esgoto em 2020. O prefeito Daniel Alonso termina o primeiro mandato com 100% das obras concluídas. "Resolvemos o maior problema ambiental de Marília e de mais de 90 municípios da região, já que todo o nosso esgoto era jogado in natura no Rio do Peixe e seus afluentes", diz Alonso. A expectativa é que as melhorias tragam, além de saúde e qualidade de vida, desenvolvimento econômico, já que muitas empresas precisam do selo de 100% do esgoto tratado para se instalarem no município. 

A revitalização realizada pela prefeitura resolveu problemas antigos enfrentados pela população, como os da Zona Leste do município. Na região, rejeitos voltavam para algumas casas no bairro Jardim Alvorada. O problema, de acordo com a reivindicação dos moradores, se arrastava por mais de 20 anos.

Desde o início da administração de Daniel Alonso em Marília, o município avançou nos quesitos de saneamento básico. Segundo ranking elaborado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), Marília saltou de 2,33, em 2017, para 384,47 e caminha rumo a universalização do serviço de tratamento de água e de esgoto.