29/03/2021
ÁGUA POTÁVEL

Minsait ajuda mais de 50 milhões

Empresa do Grupo Indra, a Minsait ajuda com suas soluções que aproximadamente mais de 50 milhões de pessoas tenham acesso á água potável em quatro continentes. Com o uso da tecnologia, as soluções da companhia proporcionam benefícios como diminuição das perdas de água, redução dos custos com energia associados ao funcionamento das centrais, a antecipação de cenários em situações de estiagem ou cheias e a localização ágil de incidentes. Além disso, é importante a utilização de cibersegurança para proteger dispositivos e infraestruturas essenciais e gerar mecanismos para detecção e resposta a incidentes de segurança.

No Brasil, a Minsait já fornece diferentes serviços para o setor: da aplicação de soluções que facilitam a cobrança de clientes até a implantação de softwares capazes de aperfeiçoar a medição de consumo. A companhia pretende ganhar cada vez mais espaço, investindo essencialmente em novas tecnologias e na integração entre equipes de desenvolvimento de software e os times táticos da operação. “Nosso intuito no país é de expandir serviços como a remodelagem de arquitetura de TI, capazes de trazer às empresas sistemas mais integrados e inteligentes. A partir dessa popularização, queremos agregar sistemas mais avançados, baseados em inteligência artificial, por exemplo”, destaca Marcelo Bernardino, head de Energia e Indústria da Minsait no Brasil.

O executivo se refere à suíte de serviços Onesait Utilities, conjunto completo de soluções focadas em responder aos desafios das empresas de água na nova era digital. Trata-se da integração de ferramentas avançadas que facilitam o controle de perdas nas redes de distribuição, bem como o gerenciamento das ações estratégicas necessárias para reduzí-las, incorporando inteligência artificial para entender o comportamento da rede e localizar vazamentos em tempo real. “É fundamental que as administrações públicas e o setor privado se unam para alcançar uma melhor gestão da água e, sobretudo, que entendam que os investimentos em tecnologia geram retorno econômico e melhoram a qualidade de vida dos cidadãos”, finaliza Bernardino.