27/04/2020
LOGÍSTICA REVERSA

Programa evita emissão de 752 mil t de CO2

A Fundação Espaço ECO realizou a mais recente edição do Estudo de Ecoeficiência do Sistema Campo Limpo – programa de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas. O levantamento aponta que desde 2002 – ano de início das atividades do Sistema Campo Limpo – até 2019, o programa conseguiu economizar 33 bilhões de megajoules de energia, o suficiente para abastecer 4,7 milhões de residências durante um ano.

O Sistema evitou a emissão de 752 mil toneladas de gás carbônico equivalente, o que equivale às emissões geradas por um caminhão que fizesse 14 mil viagens ao redor do mundo. Caso essas emissões tivessem acontecido, seria necessário o plantio de mais de cinco milhões de árvores. 

O levantamento aponta que os ganhos ambientais obtidos aconteceram principalmente pela concretização do conceito de economia circular pelo Sistema Campo Limpo, prolongando a vida útil dos materiais por meio da reciclagem. “Quando 95% do material encaminhado para destinação é reciclado, ele volta a ser usado como matéria-prima e reduzimos a extração de recursos naturais. São benefícios que contribuem de forma decisiva para o planeta”, afirma João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), entidade operadora do Sistema Campo Limpo.

Veja também

31/08/2020
EMISSÕES | Menos 95% de combustíveis em navios
24/08/2020
ALUMÍNIO | Vendas de latinhas crescem 13,7%
10/08/2020
COLETA SELETIVA | Paraná ganha unidade de reciclagem
03/08/2020
COLETA SELETIVA | Amlurb registra aumento de 35%
27/07/2020
ARTIGO | Contraprova do plástico
20/07/2020
RESÍDUOS | Reciclagem do alumínio é exemplo