10/12/2019
SANEAMENTO

Sabesp assume serviços em Guarulhos

O Governo do Estado de São Paulo, Prefeitura de Guarulhos e a Sabesp assinaram acordo, onde fica formalizado que a companhia assume a responsabilidade sobre os serviços de coleta e tratamento de esgoto da cidade. A Sabesp opera desde janeiro o abastecimento e a coleta de esgoto em Guarulhos. Anunciado em setembro deste ano pelo Governador João Doria, depois que a Sabesp passou a executar o tratamento de esgoto de forma emergencial no mês anterior, o contrato foi assinado na Estação de Tratamento de Água Cabuçu.
 
O investimento previsto nos contratos é de R$ 3,3 bilhões por um período de 40 anos, sendo R$ 1,2 bilhão em água e R$ 2,1 bilhões em esgoto. “Estamos trazendo duas grandes notícias para Guarulhos. A primeira é o fim do rodízio, após um ano de parceria da prefeitura com a Sabesp, com a realização de muitas obras. Com isso, estamos celebrando antes do prazo o fim do rodízio de água para 1,4 milhão de pessoas. A segunda grande notícia é que, com esse contrato entre o Estado e a prefeitura, a Sabesp passa a ser responsável pelo tratamento de esgoto, que hoje é de 12%. Até o fim de 2020, esse número subirá para 40%”, salientou Rodrigo Garcia, vice-governador de São Paulo. 
 
O secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, afirma que a parceria com a Sabesp “impactará positivamente a bacia do Rio Tietê e contribuirá significativamente para reduzir a carga de poluição nesse rio tão importante. Investir em saneamento básico é investir em saúde e na preservação do nosso meio ambiente”. Atualmente, Guarulhos tem 100% de atendimento de água e 78% de atendimento de esgoto. O índice de tratamento, segundo a Prefeitura, é estimado em 12%. A meta é atingir 40% até dezembro de 2020 e ampliar esse número até a universalização. “Gradativamente, aumentaremos além dos 40%, até chegarmos aos 100%. Ao longo dos próximos quatro ou cinco anos, vamos chegar a 70% do tratamento, que é o que temos na rede da Sabesp atualmente. Nossa previsão é que, em um prazo de 15 anos, teremos tratado completamente o esgoto de Guarulhos”, destacou o presidente da Sabesp, Benedito Braga.