17/06/2019
FONTES LIMPAS

Santander quer ser 100% renovável

O Santander Brasil irá utilizar energias renováveis em 100% de suas operações (2.286 unidades de atendimento) até 2021. Os prédios administrativos e o centro de processamento de dados – o Data Center de Campinas (SP) devem atingir os 100% em 2025. “Seremos 100% renováveis, e isso é parte de uma agenda de responsabilidade socioambiental ainda maior, que passa pela adoção de boas práticas em todas as nossas operações e relações com funcionários, clientes, fornecedores e a sociedade”, afirma o presidente do Santander Brasil, Sérgio Rial. “Mais do que números, estamos comprometidos com princípios, que são inegociáveis, de atuar de forma sustentável.”
 
Ainda em 2019, cerca de 30% das agências serão abastecidas com energia limpa, com o percentual sendo elevado a 70% no próximo ano. O índice já chega a 100% na rede de atendimento de Minas Gerais, enquanto no Rio de Janeiro é de cerca de 70%. Atualmente, apenas 17% deste consumo é suprido por fontes alternativas, como solar, eólica, pequenas hidrelétricas e biogás de aterros sanitários. Desde 2015, o Santander reduziu em 25% o consumo de energia, e em 79% o consumo de água, o que já colaborou para uma redução de 33% no volume de emissões de gases de efeito estufa da atividade. Estes indicadores impactam positivamente os custos e o resultado financeiro das agências.
 

Veja também

27/07/2020
ENERGIA SOLAR | Copel desenvolve usina no Paraná
20/07/2020
ENERGIA SOLAR | Brasil ultrapassa 6 GW em potência
13/07/2020
FONTES RENOVÁVEIS | As vantagens da integração de energias
13/07/2020
ENERGIA SOLAR | Brasil atinge 3 GW de potência instalada
13/07/2020
GREEN BONDS | AES Tietê recebe certificação
06/07/2020
CARROS ELÉTRICOS | Demanda por matérias-primas deve crescer
06/07/2020
ENERGIA SOLAR | Setor cria 37 mil empregos até maio