08/06/2020
ENERGIA SOLAR

Setor supera em potência energia fósseis

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), a potência instalada total da fonte solar fotovoltaica, somando as grandes usinas solares e pequenos sistemas em residências, comércios, indústrias, produtores rurais e prédios públicos, já ultrapassa a soma das usinas termelétricas a carvão mineral e usinas nucleares no Brasil. O setor contabiliza 5.763,5 MW de potência, ante um total de 5.586,8 MW de termelétricas movidas a carvão mineral e nucleares. “Com isso, a potência total solar ultrapassa em quase 4% a destas termelétricas, baseadas em recursos não-renováveis e com maiores impactos ambientais ao longo de todo o seu ciclo de vida”, comenta o presidente do Conselho de Administração da Absolar, Ronaldo Koloszuk. 

Entre as aplicações de pequeno, médio e grande porte, o mercado solar fotovoltaico brasileiro já movimentou mais de R$ 30 bilhões em investimentos privados ao País, dos quais R$ 15,52 bilhões foram aplicados em usinas de grande porte, em especial nas regiões Nordeste e Sudeste, gerando energia para milhares de brasileiros pelo Sistema Interligado Nacional. A outra parcela, de R$ 14,59 bilhões, foram aportes diretos de pessoas, empresas, produtores rurais e governos, em pequenos e médios sistemas, espalhados por todas as regiões do País. Ao todo, são 2.928,0 MW em empreendimentos de grande porte e 2.835,5 MW nos sistemas em telhados, fachadas e pequenos terrenos.

Para o CEO da Absolar, Rodrigo Sauaia, no Brasil “a energia solar fotovoltaica reduz o custo de energia elétrica da população, aumenta a competitividade das empresas e desafoga o orçamento do poder público, beneficiando pequenos, médios e grandes consumidores do País”, diz Sauaia.

Veja também

06/07/2020
CARROS ELÉTRICOS | Demanda por matérias-primas deve crescer
06/07/2020
ENERGIA SOLAR | Setor cria 37 mil empregos até maio
29/06/2020
ENERGIA SOLAR | Braskem constrói usina solar em Minas
22/06/2020
ENERGIA SOLAR | Inovagro deve impulsionar uso no campo
08/06/2020
EMISSÕES | Etanol evita 515 milhões t de CO2