05/08/2016
ÁGUA

Sistema de tratamento no Galeão

O Aeroporto Internacional Galeão já opera com sistema de separação de água e óleo, fornecido pela Ecosan, empresa especializada em equipamentos para tratamento primário e secundário de efluentes domésticos e industriais. Contratada pela Rio Galeão, operadora responsável pela ampliação e manutenção do aeroporto, a Ecosan instalou um sistema com o objetivo de atender às normas que determinam critérios e padrões para o lançamento de efluentes líquidos e os parâmetros para concepção, instalação e operação de sistema de drenagem oleosa para postos de serviço.

O Diretor-executivo da Ecosan, André Ricardo Telles, disse que águas com concentrações acima do permitido necessitam passar por tratamento de separação da água e do óleo para serem despejadas em reservatórios naturais. “Os derramamentos podem ser provenientes de óleos dos sistemas hidráulicos, graxa para lubrificação de componentes das aeronaves e querosene de aviação. Caso ocorram vazamentos e, em seguida, chova, a água da chuva vai carregar o óleo para o meio ambiente”, salienta o Diretor da Ecosan. Com a instalação do sistema, o óleo é separado da água, armazenado e despejado adequadamente, enquanto a água, já tratada, será direcionada ao sistema de drenagem, para, enfim, ser despejada no meio ambiente.

Veja também

03/03/2020
RECURSOS HÍDRICOS | SP assina contratos com Fehidro
17/02/2020
ÁGUA | Perdas em Limeira caem para 15%
15/01/2020
RECURSOS HÍDRICOS | Prazo para envio de dados sobre uso
16/12/2019
BARRAGENS | Quase 70% têm dano potencial alto
04/12/2019
RECURSOS HÍDRICOS | Lançada Plataforma Água das Américas
08/11/2019
AGROTÓXICOS | AL pede analise de presença na água