Tecnologia para controlar odores em ETEs

08/05/2021

A Fluid Feeder desenvolveu tecnologia para controlar odores industriais e de esgoto. De acordo com Francisco Carlos Oliver, diretor técnico e comercial da empresa, a principal fonte de odores em uma estação de tratamento é originada da decomposição anaeróbica de compostos orgânicos. “São compostos que possuem baixa solubilidade em águas industriais e que, ao serem liberados na atmosfera, produzem aquele odor forte e bastante característico. O controle de odores pode ser feito através de processos químicos ou biológicos, conforme a necessidade do local que está gerando, ou seja, dependendo do perfil da indústria e dos tipos de rejeitos eliminados em seu esgoto”.

O controle de odores em uma ETE não é apenas uma questão de cumprimento de normas ambientais, mas também uma questão de respeito com os moradores que vivem na região e com a saúde dos funcionários da empresa. Segundo Oliver, para controle de odores a Fluid Feeder trabalha com equipamentos projetados e fabricados sob encomenda, de acordo com a demanda do cliente. 

“Através de um sistema de exaustão que suga o ar contaminado e direciona-o a uma torre de lavagem de gases, a qual utiliza líquidos neutralizantes em contracorrente, fazendo com que os gases sejam neutralizados neste fluxo de ar versus líquido. Outra forma de se efetuar o controle de odores é através do processo de adsorção dos gases contaminantes através de mídia seca no fluxo de ar. Mais do que um produto, é uma situação que requer uma solução efetiva para controle de odores, seja no ambiente industrial ou na estação de tratamento de esgoto”, conclui Oliver